Jávea.com | Xàbia.com
Pesquisar um artigo

Medusa, primeiro tema da II Conferência IROX em Xàbia

Informação
Data de início: Janeiro 26 2024
Data de finalização: 31 de março de 2024
Tipo de evento: Discussão / conferência

No dia 26 de janeiro, às 19h, será realizada a primeira palestra da II Conferência IROX. Uma série de conferências onde alguns dos cientistas do Instituto de Investigação Oceanográfica de Xàbia irão oferecer os conhecimentos mais recentes nas disciplinas que estudam.

A primeira conferência será próximo dia 26 de janeiro, na Biblioteca Duanes por Joan Soto Ángel, cientista formado na Universidade de Valência e que atualmente trabalha na Universidade de Bergen, na Noruega, em Água-viva do Ártico e da Antártica. Joan Soto falará sobre a sua participação nas recentes expedições polares no Ártico e na Antártica, a descoberta de novas espécies de águas-vivas, animais bipolares e a investigação que realiza com estes animais tão fascinantes quanto desconhecidos.

Soto ressalta que as águas-vivas são normalmente associadas à dor e consideradas pouco mais do que uma praga desnecessária. As medusas (e outros zooplânctons gelatinosos) não têm a melhor reputação na sociedade. «Até recentemente, a própria comunidade científica via as medusas como um beco sem saída na cadeia alimentar devido ao seu baixo conteúdo nutricional, e como as claras vencedoras das alterações climáticas, com previsões que previam uma 'busca de medusas' dos oceanos no curto prazo. prazo. Hoje, graças aos avanços científicos, sabemos que as águas-vivas são parte integrante dos ecossistemas, onde são simultaneamente predadoras e presas”, afirma o cientista.

Ele acrescenta ainda que algumas águas-vivas são fundamentais para compreender a origem do sistema nervoso dos animais. Soto afirma que as regiões polares abrigam espécies cujas populações poderão diminuir drasticamente nas próximas décadas “e acima de tudo, não temos um bom conhecimento sobre os ciclos de vida e a verdadeira diversidade do grupo”.

Joan J. Soto Àngel é bióloga marinha, fotógrafa, membro fundador da IROX e doutora em Biodiversidade pela Universidade de Valência. Atualmente trabalha no Departamento de História Natural da Universidade de Bergen, na Noruega, onde estuda a diversidade e distribuição de águas-vivas e pólipos, com ênfase em espécies polares.

En fevereiro A conferência de Pep Bolufer sobre o Cetáceos do Mar das Baleares.

E em março, l'IROX espera poder dar as conclusões do estudo sobre o polvo rochoso (Octopus vulgaris) em Dénia. A palestra será proferida pelo biólogo membro do IROX que realizou o estudo, Frederic Alemany Sena.

Deixe um comentário

    28.803
    9.411
    1.020