Jávea.com | Xàbia.com
Pesquisar um artigo

A fotógrafa Ana Palacios expõe 'Albino', na Sala CuidArt do Hospital Dénia

Informação
Data de início: Abril 23 2019
Data de finalização: 15 de julio de 2019
Tipo de eventoExposição
Lugar: Sala CuidArt no Hospital Dénia
Programar: Todo o dia
Entrada: Grátis
Evento terminado

A sala CuidArt do Hospital Dénia hospeda a exposição até o próximo 15 em julho «Albino». Um trabalho da fotojornalista Ana Palacios, com curadoria da diretora do Projeto de Arte de Marina Salud, Alicia Ventura, que coleciona uma visão dupla de albinos no continente africano.

Palacios registra, por um lado, o cotidiano de uma comunidade albina na Tanzânia, enquanto retrata o trabalho de um grupo de médicos espanhóis que trabalham periodicamente na área. Ser um albino na África é um estigma, e as complicações médicas associadas a essa condição genética são acompanhadas pela difícil situação econômica do contexto e pela discriminação social sofrida pelos afetados.

Kabanga, a maior comunidade albina da África, abrigada pelo governo da Tanzânia e pela ajuda internacional, fica ao pé do Kilimanjaro. O objetivo é proteger os albinos, pois eles são obrigados a fugir de suas aldeias por medo de serem desmembrados pelos traficantes de corpos. Atrás do estigma macabro está o fascínio dos feiticeiros africanos que fazem poções do "Sorte" com seus corpos.

Além disso, ser um albino na África também está implícito em carregar com sérios problemas dermatológicos, derivados de um excesso de exposição ao sol sem qualquer tipo de proteção. Portanto, o câncer de pele é outro dos estigmas que os albinos precisam combater no continente negro.

Ana Palacios desenvolveu este trabalho visual em duas partes: a primeira parte formada por cenas da vida cotidiana em Kabanga e uma segunda em que reflete o trabalho realizado pela saúde espanhol, incluindo o Dr. Luis González, anestesista Hospital Dénia, através da ONG Africa Directo e em colaboração com o Hospital de Moshi.

Ana Palacios

Ana Palacios é um fotógrafo documental que concentrou seu trabalho em África. Colabora com ONGs Manos Unidas, África direta e UNICEF. Seu trabalho tem sido premiado, exibiu e publicado em todo o mundo (Al Jazeera, Stern, Der Spiegel, The Guardian, New Internationalist, Daily Mail, Terra Mater, 6 Mois, Dias Japão, XL Semanal, papel, El País, Tempo, etc).

Deixe um comentário